Capital uruguaia mantém charme do passado

Folha Online/ Caderno Turismo

VANESSA CORRÊA DA SILVA
ENVIADA ESPECIAL AO URUGUAI

13/10/2011 – 07h50

Entre os pontos históricos de Montevidéu, um dos mais concorridos é o teatro Solís, que fica no centro da capital uruguaia. Inaugurado em 1856, o teatro oferece visitas guiadas em espanhol, português e inglês e é palco de inúmeros espetáculos.

Seus corredores também abrigam exposições de arte, e, no subsolo, há o restauranteRara Avis, considerado um dos melhores da cidade.

Conhecido como Ciudad Vieja, o centro pode ser percorrido a pé em uma tarde e concentra a maioria das atrações turísticas.

Ali fica o mercado del Puerto, onde um bom programa é saborear uma parrillada no balcão de um dos restaurantes, observando os cozinheiros grelhando cortes de carne, linguiças, abóboras e até porcos inteiros. Um dos mais tradicionais é o El Palenque, que tem filial em Punta del Este.

Vanessa Corrêa da Silva/Folhapress- Carnes expostas em balcão de restaurante no Mercado del Puerto, centro gastronômico de Montevidéu

Também no centro fica o Museu Histórico Nacional, conjunto de quatro casas do período colonial, todas localizadas no mesmo quarteirão, entre as calles 25 de Mayo, Zabala e Rincón. O mais interessante é o museu Romântico, que recria ambientes da época colonial, com móveis e objetos dos séculos 17 e 18.

Na praça Independência, a Casa del Gobierno conta a história política do Uruguai, desde a época em que o país foi colônia de Portugal e Espanha até os acontecimentos dos governos mais recentes.

Para quem gosta de futebol, o estádio Centenário, palco da primeira Copa do Mundo, é parada obrigatória. Ali fica o museu do Futebol, que conta a história da Celeste, a seleção uruguaia, com exposição permanente de fotos, camisas de futebol e troféus.

Em Pocitos, o visitante encontra boas opções de compras e gastronomia. A 15 minutos do centro, o bairro possui bons hotéis e uma grande variedade de lojas e restaurantes. Um bom programa é caminhar pelo calçadão da “rambla” Republica del Peru, que acompanha a orla.

Crédito: Vanessa Corrêa, Folha de São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s