Segunda Noite de Tango Solidário

O Sexteto Ojos de Tango, Orquestra de Buenos Aires dirigida pela talentosa Ana Goldeberg, ex- integrante da orquestra Color Tango, se apresentou no  dia 9 de setembro, no Teatro Marista, em Londrina (PR). Durante o evento, realizado pelo Clube de Tango de Londrina, os presentes puderam conferir uma mescla perfeita entre os temas clássicos e atuais, com precisão e graciosidade.

O diferencial da noite foi a participação especial de 19 jovens que formam a orquestra da Associação Solidária para Sempre. Eles tiveram o prazer de dividir o palco com o sexteto e tocaram uma das composições de tango mais conhecidas – La Cumpartisa, de Gardel.

(E) Fabiano Silveira e Sheila Ludwig, Cristovão Christianis e Katiusca Dickow, Alexandre Bellarosa e Kátia Rodrigues. Foto: Arquivo pessoal de Cristovão Christianis.

A emoção também foi compartilhada com os dançarinos Fabiano Silveira e Sheila Ludwig, Alexandre Bellarosa e Kátia Rodrigues, Katiusca Dickow e Cristovão Christianis, vencedores do Campeonato Mundial de Tango, realizado em Curitiba no mês de julho.

Em entrevista ao Tango Candango, Cristovão Christianis falou da felicidade de participar de iniciativas como essa. “O teatro estava lotado, coisa difícil para uma segunda-feira à noite. Porém, a causa e o lindo espetáculo com Ojos de Tango e os bailarinos convidados fizeram com que a platéia fosse calorosa e aplaudisse de pé”, contou entusiasmado.

Toda a renda foi destinada à Associação Solidária para Sempre, fundada em 1999 por empresários da cidade com o intuito de dar oportunidade às crianças e adolescentes carentes.

Ojos de Tango

Som marcante e evolvente. Além de dirigir a orquestra, Ana Goldberg é compositora, cantora, arranjadora e pianista. Mas todo esse talento é dividido com parceiros de peso, que fazem de Ojos de Tango uma inovação no meio artístico. Entre eles, os violinistas Marcelo Pietro e Diego Lerendegui, que por 12 anos fez parte da orquestra de Osvaldo Pugliese e Color Tango. No bandoneón, Martin Cercconi e Emiliano Bonfiglio, fundador e membro da orquestra Típica Fernandez Fierro. Geraldine Carnicina, no contrabaixo, e a participação especial do percussionista Gastón Carlos.

Reportagem: Julita Kissa.

Edição de texto: Carolina Marócolo.

Crédito: TV Coroados -RPC, jornal Paraná TV 1ª Edição.

Agradecimentos:Graciela Piccardi, do blog Malena Tango, que me indicou o vídeo. Muito obrigada pela parceria.